Sobre O Outro Lado Da Moeda

Desde pequeno Irwin tinha um sonho: Acabaria com todo o mal e colocaria ordem no mundo. Ele nasceu em uma pequena vila do interior, que se subsistia a base de produtos rurais. Ainda na infância ganhou uma espada de madeira e com ela aprendeu a lutar relativamente bem.

Quando chegou na idade adulta percebeu que não queria viver no campo. Juntou seus pertences e rumou para a cidade grande. Se antes a injustiça do mundo eram os ladrões de galinhas, agora a figura mudava. Irwin se deparou com toda a pobreza e miséria das cidades. Ele sabia que para resolver isso precisava ser rei.

Passou alguns dias arquitetando seu plano. Começou de maneira singela. Aos poucos, sob a forma de boatos, se espalhou nas periferias a idéia de revolução. Como uma bola de neve, em pouco tempo já estavam armados e prontos. A tentativa de tomar o castelo consistia em invadi-lo pela porta da frente. Mas enquanto isso ocorria, Irwin subiu por uma janela, chegou até o rei e o assassinou.

Os guardas se renderam e, sem muita escolha, a população passou a seguir as normas do novo rei. A jornada de trabalho foi aumentada, o lucro subiu, novos trabalhos surgiram. Para garantir que todos trabalhassem o novo rei construiu robôs armados com chicotes. As coisas estavam tranquilas até o primeiro “deles” aparecer. Uma fábrica havia sido destruída. Um garoto com uma espada anormalmente grande foi o responsável. Depois de algum tempo ele foi visto, aliado a uma garota, destruindo uma caverna e arruinando as escavações arqueológicas.

Irwin não entendia as ações daqueles arruaceiros. Ele estava trazendo prosperidade para a terra e eles queriam voltar aos problemas anteriores. O pequeno grupo – já com quatro integrantes – se dirigia ao castelo, sempre derrotando a guarda do reino.

O caos se completou quando chegaram ao castelo. Nem toda guarda conseguiu impedir que eles saqueassem o castelo, levando armas, armaduras e dinheiro do rei. Logo após isso, invadiram a sala em que este se encontrava.

    – Viemos acabar com seu reino de terror! – berrou o brutamontes do grupo.

    – E libertar da escravidão os povos! – complementou outro, mais franzino, com um robe comprido.

    – E vingar o meu pai! – lembrou a garota do grupo.

O garoto de cabelo esquisito apenas segurava sua gigantesca espada sem dizer nada.

    – Reino de terror? Escravidão? Do que estão falando? Meu reino é perfeito.

    – Cale-se – Interrompeu o grandalhão – Você usa robôs para o mau e força as pessoas a trabalharem, nós vamos acabar com isso!

A batalha começou antes mesmo que Irwin pudesse dizer algo. A vantagem numérica do grupo se mostrou extremamente relevante, mesmo com o grande talento como espadachim que o atual rei possuía. Depois de algum tempo e uma sofrida batalha, o rei morreu. Seu reino acabou junto com sua vida.

O garoto se casou com a garota e se tornaram reis. A paz e a tranquilidade prosperaram e, após dois anos, o reino estava completamente endividado. Foi invadido e destruído por não poder se sustentar economicamente.



Anúncios

2 Respostas to “Sobre O Outro Lado Da Moeda”

  1. Débora Says:

    Huahuahuahua, eu adorei esse!

  2. Ryan Says:

    Isso faz bastante sentido… mas eu continuo não gostando do nome Irwin. =O

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: